2º Workshop Talent Acquisition DeVry Brasil

Posted on Posted in Edição 06

Durante os dias 11 e 12 de junho, os recrutadores de todas as IES da DeVry Brasil se reuniram na Fanor | DeVry, para realizar o 2º Workshop de Talent Acquisition DVB. O workshop teve a participação de consultores da EXEC (consultoria de Recrutamento e Seleção), que vieram de São Paulo, para facilitar um workshop customizado para a equipe,  permitindo assim o compartilhamento de conhecimentos e melhores práticas, troca de ideias, discussão dos pontos de melhoria e aquisição de novos aprendizados.

“A ideia do encontro foi desenvolver os nossos recrutadores de forma a atuar em nível estratégico, alinhados com o negócio e valores e agindo como verdadeiros consultores de recrutamento”. Comenta o supervisor da área, Murilo Fontenele.”

FOTO-BLOG

 

Conversamos também com um dos palestrantes da Executive Performance, consultoria internacional que ministrou o workshop para os nossos colegas. Confira abaixo:

DeVry Flow: Qual o futuro do capital humano em nossa sociedade cada vez mais automatizada?

Carlos Eduardo: O capital humano continua sendo o diferencial das organizações, e não a tecnologia. E entendo que assim será por muitos e muitos anos. Agora as competências mais exigidas são diferentes, como por exemplo: empreendedorismo e a disposição a assumir riscos.

DeVry Flow: Durante os dias de Workshop com a DeVry, em contato com as nossas recrutadoras, quais competências essenciais para o sucesso de um candidato em nosso processo seletivo?

Carlos Eduardo: Estar o mais alinhado possível com os valores TEACH.

DeVry Flow: Como você vê a estratégia de Captação e Seleção da DeVry e o recente lançamento do site Talents?

Carlos Eduardo: Nós da EXEC saímos bem impressionados com a área de Captação e Seleção da DeVry. Certamente a companhia está acima da média nessa área se comparada a outros players da região ou mesmo do setor educacional no Brasil.

DeVry Flow: A depender da posição, o comportamento de um candidato nas mídias sociais tem impacto na avaliação?

Carlos Eduardo: Sim. O comportamento do candidato nas mídias sociais tem que ser condizente com aquilo que se espera de comportamento de um profissional com o seu perfil. Nos dias atuais tudo está literalmente conectado.

DeVry Flow: A estratégia de remuneração para atrair o candidato teria peso de quanto em sua opinião?

Carlos Eduardo: Depende. O mais importante é avaliar quais as motivações de carreira de cada candidato e a remuneração é um componente deste contexto. Há casos de profissionais que mudam de desafio para ganhar a mesma coisa ou menos.

Para conhecer melhor a consultoria EXEC, acesse o site: http://exec.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *