Viver bem: garanta saúde e bem-estar com esportes radicais

Posted on Posted in Edição 27

Aliar saúde e bem-estar é um desafio para quem tem a rotina atribulada, mas, quando unimos saúde a uma atividade prazerosa, tudo fica mais fácil. Colegas da DeVry Educacional do Brasil têm mostrado que é possível juntar os dois, até melhor: com esportes radicais. Para além dos benefícios que a prática de esportes oferece, as modalidades radicais podem contribuir largamente, e de forma mais incisiva, na manutenção de uma mente leve e saudável.

Danilo Jusan, Coordenador Adjunto da Graduação no Ibmec/RJ, é um exemplo de como aliar saúde e bem-estar. O professor, junto com a esposa, tem a aventura como guia ao planejar as viagens: snowboard e trilhas são a paixão do casal.

Torres del Paine 3

Dentre as muitas histórias para contar, Danilo recorda uma trilha de 140 km que percorreu no Chile, em Torres del Paine. “Ficamos nove dias caminhando entre trilhas, acampamentos e escaladas com momentos de risco máximo. Foi uma experiência única”, destaca o Coordenador. Mas a aventura não para por aí. Entre uma viagem e outra, Danilo também tenta encaixar o snowboard. A primeira experiência – no frio da Argentina, em 2016 – despertou a paixão do casal pelo esporte. Agora, Jusan já planeja novos picos propícios para a prática.

Os benefícios do snowboard são diversos, além de impactar diretamente no desenvolvimento corporal – braços, músculos das pernas, capacidade cardiovascular e respiração, o esporte também contribui largamente para o bem-estar mental, auxiliando em aspectos como melhora da concentração, redução da ansiedade e, consequentemente, diminuição do estresse.

Mas além das trilhas e da adrenalina nas paisagens frias, que necessitam de viagens e, geralmente, grandes deslocamentos, existem outros esportes radicais que podem, facilmente, entrar na rotina. A patinação, por exemplo, é de fácil acesso e cada vez mais comum entre os adultos. Hueini Dunda, Analista de Suporte da Damásio, é adepto da prática. O equilíbrio que o esporte exige gera vários benefícios: mais resistência muscular e agilidade, melhora no reflexo e na postura, além de queimar de 500 a 800 calorias somente na primeira hora de exercício. “É um esporte para mantém o corpo em forma. Como movimentamos ele todo, queima muitas calorias, fortalece as pernas e trabalha o abdômen”.

hueini patins

Outra alternativa bastante acessível para quem busca um esporte radical é a prática do surf, como faz a Nayla Patrizzi, Analista Acadêmica da DeVry Brasil. A contribuição da modalidade para o corpo e a mente podem ser sentidas desde as primeiras remadas até a hora de ficar em pé na prancha: melhora no sistema cardiovascular e aumento da resistência, além do fortalecimento muscular – braços, ombros, costas, abdômen e pernas. “O surfe me equilibra, tanto fisica quando mentalmente, diminui minha ansiedade, melhora meu condicionamento físico, me faz buscar uma alimentação melhor, me movimenta, me faz feliz. É como dizem por ai: ‘Não há nada que um bom dia de surfe não cure’. Acredito que é bem por aí”, finaliza Nayla.

Australia 2

E você, colega, pratica algum esporte radical? Compartilhe com a gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *